AVIÕES SEM CAUDA , DE SEMENTES E ASAS VOADORAS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

AVIÕES SEM CAUDA , DE SEMENTES E ASAS VOADORAS

Mensagem por NAZIFACI em Dom Ago 25, 2013 11:47 am

Grüße Freunden


Quem hoje assiste as evoluções do Bombardeiro Invisível (ao radar)B2 “SPIRIT”,
jamais poderia imaginar que sua estranha configuração de asa voadora descente de uma simples semente , sim uma semente de uma planta Javanesa!!!
Um pouco de história: Na vira do século 19 um naturalista alemão Dr. Frederick Ahlborn, revelou ao mundo as extraordinárias qualidades do vôo da semente Zanonia Macrocarpa (nomim estranho). Medindo cerca de 15 cm de envergadura essa semente voadora possuía o nucleo mais pesado e deslocado ligeiramente para frente , um revestimento resistente e fino ao longo de uma enorme asa curvada para traz .

A dita semente tinha uma curioso perfil de asa , com curvatura normal na região central, mudava para um perfil reflexo nas pontas e tinha o bordo de fuga levemente curvado para cima.
Solta ao vento a grande semente mostrava um planeio fenomenal e, acima de tudo era inerentemente estável, se auto corrigindo  quando seu vôo era perturbado por movimentos de ar que faziam variar seu ângulo de ataque.
TCHAN ! TCHAN ! ESTABILIDADE INERENTE: sonho dos projetistas de maquinas voadoras da época ! Não de se admirar que muito construtores inventores,nos primórdios da aviação , tenham tentado copiar a solução indicada pela semente Zanonia.
Entre eles estava Igo Etrich, que desenvolveu, em 1906 um bem sucedido planador sem cauda , cópia da asa Zanonia : o Entrich-1 , primeira aeronave dotada de estabilidade inerente em 1910


Entrich também projetou o lendário Taube avioneta dotada dos mesmos princípios da Zanonia  e com cauda de pombo.

O pequeno monoplano ficou famoso por sua incrível estabilidade , chegou a ser fabricado na Áustria e utilizado para uso civil e militar , chegando ate a ser empregado na faze inicial da primeira guerra, pelos alemães como avião de reconhecimento .
Daí em diante estava aberta as portas para inúmeros projetos seguindo a formula da pequena semente Zanonia : asa voadora com perfil reflexo, solução tentadora pelo potencial simplicidade e vantagens aerodinâmicas .
HÁ HÁ affraid affraid  !!!!!!!!Foram os alemães Reimar e Dieter os irmãos HORTEM que nos anos 30, levaram o conceito de asa voadora ao mais alto grau de sofisticação e eficiência , com seus esguios planadores e suas asas motorizadas (1935-1938 )
 até culminar com o incrível avançado e espetacular caça bi reator HO-IX (1945)

Tudo isso aconteceu muito antes que John Northrop  criasse a sua asinha voadora N-1M
, vovó do bombardeiro XB-35 e sua versão a jato YB-49(1947).

Hoje o ‘INVISIVEL B-2” viabiliza um sonho que começou com uma semente, não com a simplicidade da estabilidade inerente , mas com sofisticada e avançada estabilidade computadorizada .
Hoje a NASA estuda uma gigantesca Asa voadora destinada a transportar mais de 800 passageiros , cruzando o céu a 900 km/h , projeto BWB (Blended Wing  Body)  que como o B-2 esta muito muito distante da inocente semente javanesa ZANONIA MACROCARPA




OS ALEMÃES IRMÃOS HORTEM SÃO OS VERDADEIROS PAIS DAS ASAS VOADORAS

AUF WIEDERSEHEN FREUNDE

avatar
NAZIFACI

Mensagens : 63
Data de inscrição : 24/08/2013
Idade : 53

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AVIÕES SEM CAUDA , DE SEMENTES E ASAS VOADORAS

Mensagem por Haroldo em Qua Dez 25, 2013 2:47 pm

Impressionante ess história Nazi, não tinha conhecimento de nada disso, valeu pela indicação.
Abraço.
avatar
Haroldo

Mensagens : 24
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 65
Localização : Guariba/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum